terça-feira, 2 de novembro de 2010

Ai de mim, que sobrevivo
sem o coração no peito.
E onde estás,
Amor-Perfeito?

Cecília Meireles

Um comentário:

João Bosco disse...

Estou aqui
adorei seu blog e seu comentário no Preludiando. Farei um enlace de seu blog no meu. Abreijos !