terça-feira, 13 de julho de 2010

Gosto muito
da palavra CASA.Ela invoca intimidade.
Lembra sala, quarto,varanda, mesa,refeição, festa de aniversário,, natal, mãe, pai, avós.
Há os armários com roupas lavadas, passadas e dobradas, cheirando a lavanda.
Há a mesa da sala de comer quase sempre posta.
Há o aparador com sopeira fumegando, strogonoff de frango, arroz soltinho e mousse
de maracujá.
Casa lembra cozinha com uma mesinha, uma travessa de cocadas e outra de cuca de
banana e sempre o perfume de café fresco.
Evoca reunião de pessoas que se estimam, que gostam de estar umas com as outras
Há a área da casa onde se lava a roupa, se engraxam sapatos.
Gosto de casas com gerâneos nas janelas.E no canto da sala uma imagem de JESUS e de SÃO JOSÉ, chefe da Sagrada Família.
Casa não pode ser pensão, nem hotel.
CASA tem que ser CASA!

FREI ALMIR RIBEIRO GUIMARÃES

Um comentário:

Loivarice disse...

Muito bonito seu cantinho... Parabéns